Pedra canjiquinha. Já ouviu falar?

18 de janeiro de 2016



O que é: A pedra canjiquinha, também conhecida como filete ou palito, inicialmente era um subproduto gerado de aparas das serrarias de quartzito, ganhou notoriedade e espaço na decoração, tornando-se uma excelente opção para criação de ambientes refinados. 

A Pedra canjiquinha, filete ou palito é uma forma de se colocar pedras, em tiras finas e em camadas. Os filetes de pedra canjiquinha quando cortados das pedras brutas como a pedra são tomé, pedra goiás ou arenito, por exemplo, em geral são cortadas com comprimentos, espessuras e profundidades diferentes. No caso dos mármores ou limestone os comprimentos, espessuras, e profundidades da pedra canjiquinha, filete ou palito podem ser padronizados.


Como dispor: Para um resultado elegante e harmonioso, é necessário que os filetes de pedra canjiquinha, tenham mais ou menos a mesma espessura na mesma camada. As variações de comprimento unidas às variações de tonalidade conferem movimento e simetria às aplicações com pedra canjiquinha.


Praticidade: Bonita, durável e antiderrapante, esta pedra é altamente resistente à corrosão e absorve bem o calor.

Variação: Por ser um produto natural, existe uma série de variações de cor e tamanho.


Aplicação: A pedra canjiquinha proporciona fácil aplicação, com margem mínima de perda e pouquíssima sujeira, ideal para áreas internas e apartamentos, bem como áreas externas. 

Onde usar: A pedra canjiquinha, filete ou palito é colocada em paredes, muros, colunas, jardins e fontes d’água tanto do lado rústico (natural) ou do lado semi polido dando um acabamento extremamente refinado ao ambiente.


Ótima opção de revestimento, não?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário